Fotos

Link para a página da Autarquia no Flirck onde são apresentadas e categorizadas as fotos referentes a iniciativas e eventos levados a cabo pela Autarquia.

Ver Fotografias

Notícias
Em mais uma “Presidência Aberta”, desta vez a Carvoeiro, o Presidente da Câmara de Lagoa, Francisco Martins, garantiu que quer conhecer o Concelho palmo a palmo!
PUBLICADO EM:01 de abril

Para que a história não esqueça, Carvoeiro ganhou autonomia administrativa em 1985, com a criação da Freguesia pelo Decreto-lei nº 112 de 4/10, separando-se da Freguesia de Lagoa. A 19 de abril de 2001, foi a sua sede elevada à condição de Vila. Contudo, por força da Reorganização Administrativa do Território das Freguesias, conforme a Lei nº.11-A/2013, de 28 de janeiro, a Freguesia de Carvoeiro foi agregada à de Lagoa, passando a fazer parte da União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro.

Trata-se de uma área administrativa associada à importância das suas praias, de que se destaca a belíssima praia do Carvoeiro. É precisamente o mar e a costa que dão a Carvoeiro toda a hegemonia que traçou a sua própria afirmação. Ainda há meia dúzia de décadas, era uma pitoresca aldeia de pescadores devotos a Nossa Senhora da Encarnação, à qual foi erguida a ermida que se situa junto ao promontório da fortaleza. Na aldeia de outros tempos, não havia mais do que a rua dos Pescadores, com os singelos barracões onde se guardavam redes e utensílios de pesca.

Carvoeiro foi evoluindo em todos os sentidos, designadamente económico e social, o que lhe permitiu conquistar um importante lugar de destaque no turismo de qualidade. E com ele veio o progresso e o progresso trouxe a qualidade de vida e riqueza. A indústria hoteleira e similar multiplicam o nome e a projeção de Carvoeiro, para quantos procuram um lugar ao sol, uma janela com vista para o mar.

Carvoeiro fez a aposta no turismo de qualidade e ganhou. E, com ela, ganhou a população que ainda há poucas dezenas de anos dependia do mar, graças a uma visão pitoresca e um ambiente sereno que não desaparecem e continuam sendo a imagem de Carvoeiro.

O Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Francisco Martins, não quis deixar de fazer uma visita oficial de trabalho à terra que tão conhece - o que realizou no passado dia 26 de março - para se inteirar, in loco, dos problemas que podem afetar o nome e a imagem de uma das mais belas regiões do Algarve.

Como é habitual, o Presidente Francisco Martins foi acompanhado pelo seu executivo, autarcas da União das Freguesias e técnicos da Câmara Municipal, tendo passado Carvoeiro e outras povoações a pente fino e ouvido os cidadãos.

 Fazendo parte da sua agenda de trabalho, o primeiro ponto de paragem foi a Boavista, onde verificou a necessidade de se proceder ao asfaltamento da estrada da Etar até ao Mato Serrão, assim como a colocação de uma rotunda, ainda que para o efeito haja necessidade de negociar com alguns proprietários. Também foi reconhecida a necessidade de construir passeios com a devida iluminação pública desde as Sesmarias até à zona do Solférias.

Segundo o Presidente da Câmara de Lagoa, “a situação mais grave que encontrei diz respeito ao edifício do anterior Casino, que está em risco de ruir, para além da péssima imagem de degradação. A Câmara Municipal, através dos seus serviços, procurará junto dos proprietários, encontrar uma solução definitiva para o edifício”, disse Francisco Martins.

A comitiva autárquica fez uma demorada visita ao Mercado de Carvoeiro, o que permitiu conhecer o problema do deficiente isolamento da placa com infiltrações ao nível da cave, pelo que se torna necessária uma intervenção, com posterior pintura.

Mas como Carvoeiro não é só a Praia de Carvoeiro, seguiu-se uma visita à Aldeia das Chaminés, onde se tomou conhecimento do estado em que se encontra a piscina bem como toda a zona que a envolve e edifício do Centro de Apoio, totalmente abandonado e votado à utilização indevida das suas instalações. Foi, ainda, possível definir um reforço da ligação de esgotos à rede pública bem como a avaliação de uma melhor colocação dos recipientes de recolha de resíduos domésticos.

Para finalizar um intenso dia de trabalho, o Presidente da Câmara e sua comitiva constataram a necessidade de se reestruturar o trânsito na baixa de Carvoeiro pelo que se irá estudar uma melhor viabilização do seu circuito. Seguindo pela rua do Barranco, foi decidido substituir o abrigo de passageiros existente, construir o passeio em falta no lado direito da rua, marcar no pavimento duas passadeiras para peões e colocar uma lomba antes do desvio para a rua do Rafaiol. Ao fundo da rua, numa zona de acesso a moradias, alguma vegetação intensa não cuidada impede a circulação, pelo que foi decidido proceder a uma limpeza e criar as condições mínimas para quem circula por aquela via.

O Presidente da Câmara Municipal de Lagoa visitará, brevemente, a Mexilhoeira da Carregação e várias outras povoações do Concelho.

“Quero conhecer, palmo a palmo, o Concelho de cuja Câmara sou Presidente”, disse.

 

Lagoa, 31 de março de 2014
O Gabinete de Comunicação

Conhecer Lagoa empreendedora